[Planilha de Despesas] 4 Passos Para Cortar Gastos e Economizar Dinheiro (O #2 É O Mais Importante!)

Baixe a Planilha de Receitas e Despesas

Vocês está querendo guardar dinheiro, mas não está sobrando nada no final do mês?

Ou você está no vermelho e precisa urgentemente cortar gastos?

Independente da situação, existe um método muito eficiente e simples de diminuir despesas. Siga os passos!

1º PASSO: REGISTRE SEUS GASTOS


100 metros

Aquilo que não se pode medir, não se pode melhorar. (William Thomson)

Uma das mais importante provas de atletismo é a corrida dos 100 metros rasos. Nessas corridas, os atletas chegam em torno de 40 km/h e precisam de um treinamento intenso para manter uma boa velocidade média no percurso.  Os que mais conseguem acelerar no início e manter sua velocidade máxima elevada, geralmente são os campeões.

O atual recorde mundial pertence a Usain Bolt, fazendo 100 metros em incríveis 9,58 segundos. Nessa prova, a velocidade máxima dele foi de 43,9 km/h. Pra você ter uma idéia, um reles mortal consegue atingir algo como 25 km/h.

É claro que Bolt não teve sempre essa marca de 9,58 segundos. Ele foi evoluindo até chegar nesse ponto. Mas como ele enxergava a sua evolução? Como ele poderia saber que estava ficando cada vez mais rápido?

A resposta é: medindo… Se ele não soubesse onde estava, não saberia para onde iria.

Tão simples assim. Quando seres humanos começam a medir algo, colocam seu foco naquilo. O costume de acompanhar uma métrica faz com que tomemos decisões para ter resultados melhores. É uma reação inconsciente, muitas vezes.

Nas finanças pessoais não é diferente. Para melhorar suas contas, economizar mais dinheiro e aumentar seu patrimônio, você precisa primeiro começar a registrar e medir suas receitas e despesas. Fazendo isso, você saberá exatamente de onde vem o seu dinheiro e para onde ele está indo.

Você já passou por uma situação onde tinha um dinheiro na carteira e, quando foi ver, esse valor tinha sumido e você não sabia nem como ele foi gasto?

Eu já passei por isso também. A sensação que tive foi que eu tinha perdido o dinheiro ou algo do tipo. Quando parei pra refletir, realmente tinha usado para comprar algumas coisas. Se você for fazendo isso sem controle, sua grana vai embora e você nem sabe pra onde.

Portanto, o primeiro passo para conseguir cortar gastos e economizar dinheiro é registrar suas receitas e despesas e acompanhá-las sempre. Você precisa gostar de fazer isso para poder ter controle financeiro.

Para te ajudar nessa empreitada, vou te dar uma Planilha de Receitas e Despesas prontaEla é muito legal porque é fácil de usar e você consegue ver com tranquilidade para onde seu dinheiro está indo, através de imagens. Você pode baixá-la, clicando aqui.

2º PASSO: CLASSIFIQUE SUAS DESPESAS


notes

Na minha opinião, esse é o mais interessante dos passos porque você consegue escolher com clareza qual gasto cortar ou diminuir primeiro. Cria-se uma ordem de prioridades.

Primeiro, divide-se as despesas entre Obrigatórias Não-Obrigatórias.

As Obrigatórias são aquelas que não se consegue eliminar. São necessários para sua sobrevivência, mas você vai ver que é possível reduzi-las.

As Não-Obrigatórias são aquelas que você consegue eliminar. Na maioria das vezes são supérfluos ou não são tão importantes.

Dentro dessas categorias, conseguimos ver as seguintes sub-categorias:

  • Obrigatórias Fixas: São despesas que não podem ser eliminadas e não podem ser reduzidas. Exemplos: Aluguel, IPTU, IPVA, Condomínio…
  • Obrigatórias Variáveis: Essas não podem ser eliminadas, mas podem ser reduzidas. Exemplos: Alimentação, vestuário, energia, água, gás…
  • Não-Obrigatórias Fixas: Podem ser eliminadas, mas não podem ser reduzidas. Exemplos: Plano de Saúde, assinatura de jornal, Clubes…
  • Não-Obrigatórias Variáveis: Podem ser eliminadas podem ser reduzidas. Exemplos: Cinema, TV a Cabo, produtos de beleza…

Quando você preencher sua Planilha de Receitas e Despesas, separe seus gastos por categoria. Isso é muito legal porque você terá uma clareza enorme de como usa o seu dinheiro. Talvez perceba que algumas coisas podem ser eliminadas imediatamente. Muitas repostas virão na hora!

Está gostando desse artigo?

Então coloque seu e-mail no campo abaixo para receber novos posts direto em sua caixa de entrada. É gratuito!

CONTEÚDO VIP!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>

3º PASSO: HORA DA TESOURA


espresso-833565_1280

 

Custo é como unha. Tem que cortar sempre. (Beto Sicupira)

Muitas pessoas tomam café depois do almoço. Eu sou viciado. Se eu não fizer isso, fico sonolento e não consigo passar bem o resto do dia!

Se você vai almoçar e sempre passa numa cafeteria pra beber aquele espresso, olha o que pode estar acontecendo…

Existem preços e preços, mas vamos supor que um cafezinho custa R$ 4,50, em média. Considerando somente os dias úteis de um mês, você gasta R$ 94,50 do seu salário somente com isso. Se você também compra um chocolatinho junto (mais uns R$ 4,00), sua conta de café sobe para R$ 199,50.

Pode parecer bobagem, mas isso pode ser mais caro que sua TV a cabo ou até mesmo um tanque cheio de gasolina. Já tinha parado pra pensar?

Esse é o tipo de gasto que você nem percebe. Afinal, o que são meros R$ 4,50 né?

Claro que a história do espresso é só um exemplo, mas serve pra você refletir. Qual gasto que você costuma fazer que nem percebe o dinheiro saindo? Já parou pra pensar quanto isso custa num mês?

Portanto, agora é a Hora da Tesoura! Vamos saber o que será cortado e qual a ordem desse corte.

Antes disso, é necessário saber quanto você quer ou precisa economizar. É preciso ter uma meta para se estabelecer um Plano de Ação. Com essa informação, você pode iniciar na seguinte ordem:

  1. Não-Obrigatórias Variáveis:

Essas são as mais fáceis de serem cortadas. Você pode tanto eliminar completamente esse gasto, quanto reduzir. E isso não vai afetar a sua sobrevivência, não vai colocar em risco o suprimento das suas necessidades básicas.

Ninguém morre se cortar a TV a cabo ou se for menos ao cinema.

2. Não-Obrigatórias Fixas:

Essas também são fáceis, mas você não poderá diminuir. Somente eliminar. Por isso está em segundo lugar na ordem de corte. A decisão aqui é um pouco mais forte que no primeiro caso.

Mesmo assim, você concorda comigo que, pode ser ruim, mas não mata niguém deixar de ir ao Clube ou cancelar a assinatura do jornal, se necessário?

3. Obrigatórias Variáveis:

Você não pode deixar de se vestir ou usar água e energia elétrica, mas você pode otimizar o consumo desses produtos e serviços.

Na maioria das vezes, as pessoas gastam mais com roupas do que precisam. Quando for comprar alguma blusa nova, por exemplo, se pergunte se realmente é necessária ou se você está com o armário cheio de roupas que não usa.

Verifique se você deixa todas as luzes da casa acesas ou se pode trocar suas lâmpadas por outras que consomem menos.

São cuidados que geram economias significativas onde nem se imaginava.

4. Obrigatórias Fixas:

Essas não se pode mexer. Pelo menos no curto prazo…

Claro que você não consegue diminuir aluguel, IPTU, IPVA ou Condomínio da noite pro dia. Mas, se a situação realmente for crítica, é preciso ter coragem de pensar em vender ou trocar o carro ou, até mesmo, se mudar para um imóvel mais barato.

A ação a ser tomada dependerá da situação que a pessoa ou família está passando. O importante é saber o caminho a seguir e realmente tomar as atitudes necessárias. Geralmente, essas situações são temporárias. Então pense que seu objetivo principal é maior e, lá na frente, tudo terá valido à pena.

4º PASSO: CONTINUE MEDINDO


brain-744207_1280

Mudar um hábito não é simples. É preciso vontade e persistência.

Nosso cérebro foi programado para seguir padrões. Imagina se, ao dirigir, você tivesse que pensar em cada movimento que faz! Você precisa usar os dois pés, embreagem, freio, acelerador, olhar pros retrovisores, colocar seta… são inúmeras ações necessárias para conduzir um carro, mas você faz tudo no automático.

A criação de padrões serve para nos ajudar e aliviar nossa mente para podermos pensar em outras coisas.

Entretanto, se você possui um padrão que te leva a um resultado ruim, será necessário alterar esse padrão de comportamento se quiser alcançar resultados diferentes.

Fique atento às suas atitudes, persista, corrija se algo fugir do controle e continue medindo.

É importante continuar medindo para identificar sua evolução. Isso vai te dar mais ânimo para continuar. Não há nada mais gratificante que atingir um objetivo, romper uma barreira.

Pense que seus desafios são aprendizados. São experiências que te levarão a ter mais bagagem para a vida.

Quando atingir suas metas, você irá se orgulhar.

CONCLUINDO…


businessman-1106919_1280

Uma empresa bem-sucedida precisa sempre estar atenta aos seus gastos. Se o diretor dessa companhia quer aumentar rápido seu lucro. A melhor coisa a fazer é cortar custos.

Se isso é feito num mês, no próximo esse corte significará dinheiro a mais na veia!

O mesmo que se faz com uma empresa pode ser feito com uma pessoa ou família. Inclusive, recomendo cuidar das suas finanças como se fosse uma empresa. Com o mesmo cuidado e austeridade necessários.

Além disso, tenha em mente que esse é um esforço temporário. Para atingir um objetivo maior é preciso fazer um esforço no momento presente. Pense no que você vai ganhar com isso e também no que você vai deixar de perder. O post “O que Marshmallows Podem Nos Ensinar Sobre Riqueza e Sucesso” pode te fazer compreender melhor esse assunto.

Por fim, você pode mesclar os cortes. Não é necessário cortar primeiro todos os Não-Obrigatórios Variáveis para depois partir para os Não-Obrigatórios Fixos. O jeito como te mostrei foi um método didático, mas você pode cortar ou eliminar um pouco de cada categoria. É necessário sempre ter equilíbrio.

Tome a atitude e comece já a organizar sua vida financeira. Os benefícios são gratificantes!

E deixe seus comentários abaixo. Quero saber suas opinião sobre esse assunto.

Você gostou desse artigo?

Então coloque também o seu e-mail no campo abaixo e receberá novos posts direto em sua caixa de entrada. É gratuito!

CONTEÚDO VIP!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>

  • Verônica Rodrigues

    Incrivel a clareza da explicacao!Conhecimentos de economia explicados de uma maneira simples e clara de entender e ao mesmo tempo profunda ,combinada com conhecimento de psicologia; de como funcionamos!Parabensss!

    • Obrigado Verônica!
      Que bom que gostou do post!

      Beijos!

  • Marcio Henrique Botelho

    Excelente. Ótima explicação. Planilha para download muito bacana também. Parabéns!

    • Legal Marcio,
      Obrigado pelo comentário!
      Bom saber que você gostou da planilha!

      Abraços e sucesso!

  • Paulo Simão

    Muito bom as dicas de como cortar gastos e poupar dinheiro. Eu realmente estou mesmo precisando aprender as técnicas de minimizar os custos(gastos) a fim de puder poupar algum dinheiro. pois quando normalmente, recebo o meu ordenado quase nada sobre em mão. Gostaria de receber mais explicações sobre como ter uma educação financeira aceitável. agradecia que me ajudasse. Obrigado Abraços.

    • Olá Paulo!

      Obrigado por seu comentário.
      Sua dúvida é importante. Muitas pessoas gostariam de ter acesso a educação financeira, mas não sabem onde encontrar.
      Continue acompanhando os artigos pois iremos falar muito desse assunto semanalmente.
      Assim como você, outros leitores têm interesse em aprofundar mais ainda o conhecimento. Teremos novidades em breve!

      Abraços e sucesso!

    • Olá Paulo!

      Obrigado por seu comentário.
      Sua dúvida é importante. Muitas pessoas gostariam de ter acesso a educação financeira, mas não sabem onde encontrar.
      Continue acompanhando os artigos pois iremos falar muito desse assunto semanalmente.
      Assim como você, outros leitores têm interesse em aprofundar mais ainda o conhecimento. Teremos novidades em breve!

      Abraços e sucesso!

  • Paulo Simão

    Guilherme, os gastos a serem registrados são os mensais ou os gastos diários?

    • Olá Paulo!

      Os dois. Você deve registrar os gastos diariamente e, no final do mês, fazer o somatório.
      Você consegue fazer isso na planilha que pode ser baixada aqui nesse artigo.

      Na primeira aba você registra os gastos diários e, na segunda, os gastos mensais.

      Grande abraço!

  • Eu tenho registrado tudo a um tempo. Tô usando o app Money Lover e tenho gasto bem menos.

    • Legal Roberto!

      Aplicativos também são uma ótima alternativa porque estão sempre a mão para registrar o gasto na hora.

      Parabéns!

  • Pingback: ()

  • Beluastro Pena

    Boas dicas deviam atravessar sempre fronteiras e nos ligar mais. Um abraco de Angola.

    • Legal Beluastro!

      Ficou feliz de estar contribuindo além do Atlântico! Fique à vontade para comentar e tirar dúvidas nos posts sempre que desejar.

      Grande abraço!

  • Beluastro Pena

    Vai ser muito util

  • Beluastro Pena

    Obrigado

  • Beluastro Pena

    Obrigado

  • Pingback: ()

  • Pingback: ()

  • Pingback: ()